domingo, 18 de julho de 2010

Tisha Be Av

Tishá be Av – A destruição do TemploRabino Shraga Simmons

Visão geral e leis do dia nacional do luto judaico
este ano de 2010 cai na Segunda-feira(19) a noite e termina terça-feira (20) a noite
O QUE ACONTECEU NO DIA 9 DO MÊS DE AV?Em Tishá Be Av, cinco calamidades nacionais ocorreram:
1. No tempo de Moisés, os judeus no deserto aceitaram o relatório difamador dos 12 Espiões, e o decreto de proibição de entrada na Terra de Israel foi emitido. (1312 Antes da Era Comum)
2. O Primeiro Templo foi destruído pelos babilônios, liderados por Nabucodonosol. 100,000 judeus foram sacrificados e milhões foram exilados. (586 Antes da Era Comum)
3. O Segundo Templo foi destruído pelos Romanos, liderados por Titus. Cerca de dois milhões de judeus morreram, e um milhão foram exilados. (70 Era Comum).4. A revolta de Bar Kochba foi reprimida violentamente pelo Imperador romano Hadrian. A cidade de Betar, a última estadia dos judeus contra os Romanos foi capturada e liquidada. Mais de 100,000 judeus foram sacrificados. (135 Era Comum )
5. A área onde ficava o Templo e o ambiente ao redor deste foram destruídos pelo general romano Turnus Rufus. Jerusalém foi reconstruída como uma cidade pagã renomeada Aelia Capitolina e o acesso aos judeus era proibido.
Outros infortúnios graves ocorreram ao longo da história judaica no dia 9 de Av:
A Inquisição espanhola culminou com a expulsão dos judeus da Espanha em Tishá Be Av, em 1492. A Primeira Grande Guerra mundial estourou inesperadamente na véspera de Tishá Be Av em 1914, quando a Alemanha declarou guerra contra a Rússia. O ressentimento alemão vindo da guerra preparou o terreno para o Holocausto. Na véspera de Tishá Be Av, em 1942, a deportação de judeus em massa começou no Gueto de Warsaw a caminho de Treblinka. ASPECTOS DO LUTO: A TARDE QUE ANTECEDE TISHA BE AV
Na tarde que antecede Tishá Be Av, é costume se alimentar bem em preparação para o jejum.
No fim da tarde, comemos a Seudá Hamafseket que é uma refeição que consiste somente de pão, água, e um ovo cozido.
O ovo tem dois significados: sua forma redonda nos lembra o ciclo da vida. E também, o ovo é o único alimento que endurece quanto mais é cozinhado, o que simboliza a habilidade do povo judeu de resistir às perseguições.
A comida que foi usada na Seudá Hamafseket é imersa em cinzas, o que simboliza, por sua vez, o luto. A refeição deve, de preferência, ser feita sozinha e sentado no chão, seguindo a lei do luto judaico.
RESTRIÇÕES EM TISHA BE AV
Ao pôr-do-sol, as leis de Tishá Be Av começam, consistindo nas seguintes manifestações de luto:
Não comer ou beber até o anoitecer da noite seguinte.A. Grávidas e mulheres que estão amamentando também devem jejuar.
B. Uma mulher que está no período de 30 dias depois do nascimento não precisa jejuar.
C. Pessoas que são idosas, fracas, ou que estão doentes devem se consultar com um rabino para saberem se jejuam ou não. (MB 554:11)
D. Pode tomar remédios em Tishá Be Av desde que, de preferência sejam tomados sem água.
E. No caso de muito desconforto, a boca pode ser enxaguada com água.Mas deve-se tomar muito cuidado para não engolir nada. (MB 567:11)
2. Outras proibições incluem:
A. Qualquer tipo de banho ou lavagem, excepto a remoção da sujeira específica , como por exemplo a sujeira nos olhos (OC 554:9, 11). (ao acordar, de manhã, antes da reza ou depois de usar o banheiro, deve se lavar somente os dedos). Veja em OC 554:10, OC 613:3, MB 554:26)
B. Passar algum creme na pele por prazer. (O desodorizante é permitido.)
C. Ter relações matrimoniais.
D. Vestir Sapatos de couro. (os cintos de couro podem ser vestidos.) (Ver em: “Leis relativas ao uso de Sapatos e Cadeiras”)
E. Estudar Torá, pois esta é uma actividade alegre. Pode se estudar textos relevantes a Tishá Be Av e luto, como por exemplo o Livro das Lamentações, O livro de Jób, partes do Tratado de Moed Katan, Gittin 56-58, Sanhedrin 104,o fim de Yerushalmi de Taanit, e as Leis de Luto. O estudo mais profundo deve ser evitado. (MB 554:4)
3. Outras práticas de luto incluem:
Não se sentar em lugares muito altos, longe do chão. Depois do meio-dia, pode se sentar em uma cadeira. (OC 559:3) Não tomar parte em negócios ou outras distrações de trabalho, a menos que resulte em perda significativa. (OC 554:24) Abster-se de saudar as outras pessoas ou oferecer presentes. (OC 554:20) Evitar conversas sem importância ou actividades de lazer. Depois de Tishá Be Av, todas as actividades normais podem ser retomadas, com exceção das seguintes que devem ser adiadas até o meio-dia do dia 10 de Av, pois o Templo ainda estava em chamas durante este dia:1. Cortes de cabelo e lavagem de roupas. (Quando Tishá Be Av cai numa quinta-feira, é permitido fazer imediatamente depois de Tishá Be Av, em honra ao Shabat .)
2. Tomar banho. (Quando Tishá Be Av cai numa quinta-feira, pode se tomar banho na sexta-feira de manhã.)
3. Comer carne e beber vinho.
4. Ouvir música e nadar.
REZAS EM TISHA BE AV
1. As luzes na sinagoga são escurecidas, velas são acesas, e a cortina é removida da Arca. O hazan canta as orações em voz baixa e triste, o que nos lembra da Presença Divina que saiu do Templo Sagrado.
São lidos de noite e durante o dia o Livro de Eichá (Lamentações) e o lamento poético de Jeremias em relação à destruição de Jerusalém e do Primeiro Templo. Seguindo as rezas da noite e do dia, são recitadas "Kinot" (elegias) . De manhã, lê-se a porção da Torá de Deuteronômio 4:25-40. Nela há a profecia relativa ao futuro inquietante e ao exílio de Israel. O que é seguido pela Haftará de Jeremias (8:13, 9:1-23) descrevendo a devastação de Sião. À tarde, lê-se o livro de Êxodo 32:11-14, sendo seguido pela Haftará de Isaias 55-56. Visto que o Talit e o Tefillin representam glória e condecoração, eles não são vestidos em Shacharit., somente em Minchá, pois certas restrições de luto são diminuídas. O Birkat Cohanim só é dito em Minchá, e não em Shacharit. As rezas para confortar Sião e o "Aneinu” são acrescentadas na Amidá de Minchá. Antes de quebrar o jejum, é costume fazer o Kidush Levaná.
QUANDO TISHA BE AV CAI NO SHABAT
Para mais informações sobre este tópico, veja “Quando Tishá Be Av cai no Shabat ou na Sexta” Aqui há um breve resumo das condições especiais que se aplicam:
1. O jejum é adiado para sábado de noite/domingo.
2. Todas as outras proibições de Tishá Be Av (se lavar, estudar Torá, usar sapatos de couro, etc.) são permitidas no Shabat, com exceção de relações matrimoniais.
3. A Seudá Shlishit não tem nenhuma das restrições da Seudá Hamafseket, e pode incluir carne e vinho. Porém, o clima deve ser triste e não deve haver convidados, e a refeição deve terminar antes de pôr-do-sol.
4. Maariv no sábado à noite é feita mais tarde, assim todo mundo pode dizer "Baruch Hamavdil ben kodesh Le hol," aí então, é possível remover os sapatos de couro e vir para a sinagoga.
5. A Havdalá no sábado à noite é feita somente com uma vela, sem vinho ou especiarias. No domingo de noite, a Havdalá é feita com vinho.
Escrito pelo Rabino Shraga Simmons, em agradecimento ao Rabino Moshe Lazerus.

Sem comentários:

Publicar um comentário